top of page

Simbolismo, Mitologia e as Religiões

Mesmo diante das diferenças existentes entre mitos hindus, egípcios, turcos, gregos ou outros, todos estão escritos em uma linguagem única: a linguagem do simbolismo que seguem características diferente no espaço e tempo. O símbolo tem força de poder espiritual e assim eterno. É ver algo que está escondido na alma humana e percebendo-se o sagrado que está presente em toda a realidade. Nos remete a alma até Deus.

O simbolismo é uma realidade dinâmica, signos carregados de valores emocionais e idealismo que corresponde a um valor simbólico fundamental em que cada um expressa esses princípios de maneira singular de modo que todos se interligam de forma harmônica e universal. Universal ao transcender a história e particular por corresponder a uma época específica.

­O princípio do pensamento simbólico situa-se no paleolítico, mas tem indícios anteriores.

A história das religiões. A mitologia, a antropologia, a história das civilizações, a arte, o esoterismo, a psicanálise, as investigações simbólica, nos ajuda a entender a unidade essencial, original da espécie humana que podemos ver na semelhança dos costumes, lendas e superstições, mas principalmente pela linguagem. Assim que o mito das tempestades não pertence a nenhum povo especificamente. Surgiu em todos simultaneamente.

A Origem da palavra “hindu” é persa e significa simplesmente “índio” e foi usada pela primeira vez pelos invasores muçulmanos na Índia mais ou menos em 1200 d.C para diferenciar a religião hindu da deles.

O hinduísmo tem suas raízes nos sistemas religiosos básicos da civilização antiga do Vale do rio Indus desde o terceiro milênio antes de Cristo, das crenças religiosas trazidas à Índia pelo povo ário, que vieram da região báltica após o ano 2.000 a.C. (antes de Cristo) mais ou menos no séc. VI a.C., vindo de diversas regiões geográficas, como China, Pérsia, Índia, Grécia, Israel, que sem passou de uma consciência arcaica, cósmica e mítica a outra mais reflexiva, abstrata e objetiva que vice até a atualidade.

Na Índia atual, o hinduísmo foi considerado pelos britânicos no séc. XIX como religi~s e como uma Cultura que convive com os cultos de muitas religiões, pela diversidade de etnias que vivem na Índia.

Mas é importante ressaltar que os praticantes do hinduísmo preferem adotar a seu credo, o Sanatana Dharma que significa “A ordem eterna”.

Leia também o artigo sobre: Hinduismo



77 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Índia

Comments


bottom of page